Timbó, Domingo 19 de Novembro de 2017, Bem vindo!
NOTÍCIAS
  • Entrevista com o Presidente da ACIMVI

    Novo Presidente da ACIMVI fala sobre os desafios, objetivos e anseios da classe empresarial. Confira a entrevista concedida para o JMV - Jornal do Médio Vale. Jeter foi empossado no dia 09 de junho de 2015, no Clube Ginástico Guairacás de Timbó 1) 


    1) Quem é o novo presidente da Acimvi e quais os objetivos que o levaram a assumir este tão importante cargo?

    R. Aos 49 anos, bacharel em Direito, empresário da comunicação, proprietário das Rádios Cultura AM 1520 Timbó, Cultura FM Pomerode e Cultura FM Balneário de Piçarras. Assume com o desafio de levar adiante os princípios e objetivos associativistas que nortearam a fundação da ACIMVI em 1974. Manter e ampliar cursos, treinamentos e palestras que visem fomentar as atividades empresarias dos associados bem como fazer da ACIMVI um porta voz dos anseios das comunidades em que está inserida serão nossos objetivos.

    2-     Quais são as perspectivas para a sua gestão?

    R. Presidir a ACIMVI é um desafio e uma honra. Desafio porque é uma entidade consolidada e respeitada graças ao trabalho de Presentes e Diretorias anteriores. Honra porque irei suceder ex-presidentes de inegável reconhecimento. Por isso as perspectivas são as melhores, ancorados que estaremos em uma equipe que forma a diretoria por pessoas extremamente capazes e desde já comprometidas com os objetivos da Associação e um grupo de colaboradores que têm demonstrado sua capacidade de desenvolver as atividades do dia a dia da Associação em consonância com aquilo que espera nosso associado..

    3-     Qual o trabalho que buscará fazer à frente da associação?

    R. Num mundo cada vez mais competitivo, onde as mudanças ocorrem da maneira rápida, exigindo do empresário celeridade na tomada de decisões, precisamos fazer da inovação nosso norte. Nesse sentido buscar e oferecer ao associado as ferramentas necessárias para o fomento e inovação de seu negócio.

    4-     Vê algum desafio para a Associação neste ano?

    R. Somos movidos por eles, os desafios. E são eles que nos fazem crescer. Porém, o maior deles é inserir a ACIMVI no contexto geo-político dos municípios de nossa  abrangência – Timbó, Rio dos Cedros, Dr. Pedrinho e Benedito Novo – sendo parceiro das administrações municpiais em busca de solução para os problemas advindo de nosso crescimento. A ACIMVI, como ente representativo de quase 600 associados, pode e deve estar inserida nas decisões que nos levem ao futuro. Nosso quadro de associado é um extrato importante daquilo que pensa nossa gente e, por isso, quer se colocar à disposição dos Prefeitos Municipais em busca do retorno do muito que geramos ao bolo fiscal estadual e nacional.

    5-     Como o senhor, como presidente da Acimvi, avalia a economia local , estadual e nacional?

    R. Vivemos numa região descolada da realidade nacional; aqui a crise chega depois, graças à capacidade empreendedora e força de trabalho de nosso empresário e de nossa gente. Em termos estadual e Federal vejo que passamos por momentos de ajuste, por falta de habilidade administrativa num passado recente, que será conseguido como já se conseguiu no passado. Esse país é muito forte e grande e como tal nossa capacidade de superar dificuldades se amplia na mesma medida.

    6-     Muito se houve falar em crise econômica. Qual a sua visão da situação econômica?

    R. Estamos em tempos de expectativa em termos econômicos. Muito se fala em crise e recessão. Porém são nesses momentos que a criatividade do empresário aflora, fazendo com que das dificuldades surjam soluções. Nosso empresário se caracteriza pelo espírito empreendedor e criativo e à ACIMVI resta o papel de instrumento que possibilite trazer soluções para os problemas que possam surgir. Antecipando soluções e evitando que seja contagiado por um clima pessimista em relação ao futuro de seu negócio.

    7-     Fale sobre a Acimvi e seus 41 anos de fundação:

    R. Uma entidade de quatro décadas que não se deixou levar pela estagnação e acomodação comuns à longevidade.

    Somos modernos em estrutura, pensamento e equipe.

    A vanguarda é o norte da ACIMVI, de seus colaboradores preparados, motivados e comprometidos com a causa associativista; de sua Diretoria atual e futura, preocupada em levar adiante os objetivos que levaram à fundação da Associação em 1974.

    Vamos inovar, mas sem perder de vista os motivos que fizeram com que ela fosse criada à 41 anos.

Voltar